Alerta vermelho!

Alerta vermelho!

Uma coisa é fato: o processo de verificação presencial e rondas com anotações manuais não é em tempo real. Ou seja: durante os intervalos (em alguns casos, as rondas acontecem de 8 em 8 horas), podem haver problemas críticos – e muitas vezes irreversíveis.

Quando a única forma de se fazer esse acompanhamento é por meio de registros em planilhas impressas, o “sufoco” só será percebido depois de algumas horas, quando pode ser tarde demais: o bem estar e conforto, podem estar comprometidos, levando a uma enorme chateação – isso para dizer o mínimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *